quarta-feira, 1 de maio de 2013

O Reflorestamento começa na escola


720 alunos de Sorocaba e Itu participam do Megaplantio

Notícia publicada na edição de 01/05/2013 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 9 do caderno A - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.
André Moraes
andre.moraes@jcruzeiro.com.br

O entorno do córrego da Tapera Grande, no bairro sorocabano do Cajuru, conta agora com 1,5 mil novas mudas de árvores de 80 diferentes espécies nativas, graças ao 2º Megaplantio Escolar deste ano. Um total de 720 crianças e adolescentes de escolas de Sorocaba e Itu foram os responsáveis pelo plantio, ocorrido na manhã de ontem, dentro de ações educativas promovidas pelas Secretarias Municipais do Meio Ambiente das duas cidades. O plantio intermunicipal foi organizado para ressaltar aos estudantes a importância de se preservar o meio ambiente, principalmente ao entorno de rios e córregos, que necessitam das árvores para ter um bom desenvolvimento. 

A manhã de ontem estava bastante quente e ensolarada, mas isso não foi motivo para reclamações por parte das crianças e adolescentes, que estavam animados em poder plantar, com as próprias mãos, mudas de araçás, quaresmeiras, amoreiras, goiabeiras, entre outras espécies. Além disso, a atividade serviu como parte das comemorações do Dia do Pau-brasil, a ser comemorado sexta-feira, para ressaltar a relevância história e ecológica dessa árvore para o Brasil. 

As amigas Eyshila Machado Fernandes e Yasmin Pereira Amaral, ambas de 6 anos, que estudam no 1º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Ary de Oliveira Seabra, m plantaram mudas pela primeira vez. Elas dizem que aprendem muito na escola sobre a importância da preservação do meio ambiente. "A professora disse que é bom colocar árvores em volta do córrego", relata Yasmin. "Eu acertei tudo (nos exercícios) que a professora passou, que a terra cai no rio (se não tiver árvores em volta)", afirma Eyshila.

Entre os 90 estudantes de Itu estava Willian Nunes do Nascimento, 12. Ele e seus colegas passaram por uma oficina de como plantar corretamente as mudas, antes de acontecer o plantio, em uma área verde da rua Dário de Oliveira. "Mas as professoras sempre ensinam como plantar bem as árvores. É muito importante a gente ajudar o meio ambiente", ressalta. 

Segundo a gestora de Desenvolvimento Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente de Sorocaba, Carolina Barisson, as crianças entre 6 e 10 anos da cidade passaram por um treinamento ao longo da semana passada, para poder saber como fazer a perfeita disposição das mudas. "Então, para essa manhã (de ontem), nós organizamos vários grupos de crianças para virem até aqui, possibilitando uma manhã toda de plantio", explica. O Megaplantio Escolar do Cajuru ocorreu das 9h às 11h de ontem. 

A coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente de Itu, Valéria Rusticci, afirma que é muito importante promover essa interação de alunos de sua cidade e de Sorocaba, dentro de uma ação ambiental ao entorno do córrego da Tapera Grande, que une as duas cidades. "Isso significa uma oportunidade pedagógica para a escola e mostra para os alunos como é importante preservar o meio ambiente", destaca. 

Todas as mudas utilizadas no evento foram produzidas nos viveiros das penitenciárias Dr. Danilo Pinheiro, no Mineirão, e Dr. Antônio Souza Netto, em Aparecidinha, além dos existentes no Parque Natural Chico Mendes, na Universidade de Sorocaba (Uniso) e no Clube do Nais.

http://www.cruzeirodosul.inf.br/acessarmateria.jsf?id=469715

Nenhum comentário:

Postar um comentário